jusbrasil.com.br
2 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4: ROT 002XXXX-90.2017.5.04.0030

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

5ª Turma

Julgamento

6 de Novembro de 2019
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DOENÇA OCUPACIONAL. AUSÊNCIA DE NEXO CAUSAL.

Inexistente nexo causal entre a moléstia apresentada pelo trabalhador e as atividades laborais exercidas, não há falar em doença ocupacional.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos os autos. ACORDAM os Magistrados integrantes da 5ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região: por unanimidade de votos, negar provimento ao recurso ordinário do reclamante. Intime-se. Porto Alegre, 05 de novembro de 2019 (terça-feira).Cabeçalho do acórdãoAcórdão
Disponível em: https://trt-4.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/778643209/rot-215729020175040030

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região
Jurisprudênciahá 2 meses

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região TRT-11: 00003646920185110014

Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região TRT-24: 002XXXX-15.2016.5.24.0001

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região
Jurisprudênciahá 7 meses

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região TRT-11: 00003986720205110016

Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região TRT-24: 002XXXX-51.2018.5.24.0005

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região
Jurisprudênciaano passado

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região TRT-11: 00009419520195110019