jusbrasil.com.br
24 de Outubro de 2020
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Recurso Ordinário : RO 0001002-69.2011.5.04.0232 RS 0001002-69.2011.5.04.0232

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
2ª Vara do Trabalho de Gravataí
Julgamento
11 de Abril de 2013
Relator
MARÇAL HENRI DOS SANTOS FIGUEIREDO
Documentos anexos
Inteiro TeorTRT-4_RO_00010026920115040232_ba717.pdf
Inteiro TeorTRT-4_RO_00010026920115040232_36e13.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DOENÇA OCUPACIONAL. CERVICALGIA. NEXO CAUSAL. INEXISTÊNCIA.

Em não se constatando a existência de nexo causal entre a patologia diagnosticada pela perícia médica e o trabalho desenvolvido na reclamada, não se cogita o reconhecimento de doença ocupacional. Provimento negado.

Acórdão

por unanimidade, negar provimento ao recurso do reclamante.
Disponível em: https://trt-4.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/128406898/recurso-ordinario-ro-10026920115040232-rs-0001002-6920115040232