jusbrasil.com.br
21 de Setembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Recurso Ordinário : RO 0001483-20.2011.5.04.0333

Detalhes da Jurisprudência
Processo
RO 0001483-20.2011.5.04.0333
Órgão Julgador
9ª Turma
Julgamento
12 de Julho de 2012
Documentos anexos
Inteiro TeorTRT-4_RO_00014832020115040333_7b8aa.rtf
Inteiro TeorTRT-4_RO_00014832020115040333_2dc5c.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO.

O pagamento do adicional de insalubridade pelo reclamado é suficiente para atestar as condições de trabalho insalubre a que estava submetido o empregado, devendo esta informação constar no perfil profissiográfico previdenciário.

Acórdão

por unanimidade, dar provimento parcial ao recurso do reclamante para determinar seja incluído no perfil profissiográfico previdenciário, as condições insalubres de trabalho no período de 03/06/1982 a 01/01/2005. Valor da condenação fixado em R$ 1.165,00 e custas em R$ 23,30, isento do pagamento por força do disposto no art. 790-A da CLT.
Disponível em: https://trt-4.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1115920915/recurso-ordinario-ro-14832020115040333

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Recurso Ordinário : RO 0001483-20.2011.5.04.0333

PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO. O pagamento do adicional de insalubridade pelo reclamado é suficiente para atestar as condições de trabalho insalubre a que estava submetido o empregado, devendo esta informação constar no perfil profissiográfico previdenciário.