jusbrasil.com.br
27 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Recurso Ordinário : RO 0001561-95.2013.5.04.0251

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
8ª Turma
Publicação
16/07/2015
Documentos anexos
Inteiro TeorTRT-4_RO_00015619520135040251_50e23.rtf
Inteiro TeorTRT-4_RO_00015619520135040251_b94a4.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DOENÇA OCUPACIONAL. ACIDENTE DO TRABALHO EQUIPARADO. CONCAUSA.

Verificada a existência de nexo causal entre a moléstia adquirida e o trabalho desenvolvido pelo empregado, ainda que como concausa, prevalece o reconhecimento como doença ocupacional, sendo considerado acidente do trabalho por equiparação.

Acórdão

por maioria, vencido o Relator, negar provimento ao recurso ordinário da reclamada. Valor da condenação mantido para os fins legais.
Disponível em: https://trt-4.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1107062236/recurso-ordinario-ro-15619520135040251

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Recurso Ordinário : RO 0001561-95.2013.5.04.0251

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região TRT-4 - Recurso Ordinário : RO 0000527-66.2015.5.04.0461

Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região
Jurisprudênciahá 13 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região TRT-14 - RECURSO ORDINARIO : RO 6720080811400 RO 00067.2008.081.14.00